Lições que você pode aprender com Grey's Anatomy

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016 | Postador por: Maya

A série foi criada em 2005 por Shonda Rhimes e vive até hoje, tem seu publico fiel e com a qualidade da série aumentando cada vez mais, vem ganhando uma base de fãs maior. Fãs esses, que não se importam em maratonar as outras 11 temporadas para poder chegar onde a série esta atualmente.

Um seriado importante como esse tem grandes lições de vida para nos passar, então resolvi separar algumas e compartilhar com vocês.


“Em algum ponto, você tem que tomar uma decisão. Limites não mantém os outros de fora. Eles te cercam dentro. A vida é confusa. É assim que somos feitos. Então, você pode desperdiçar sua vida desenhando linhas. Ou você pode viver a sua vida cruzando-as.”

“É bom sentir medo. Significa que você ainda tem algo a perder.”

“Eu sempre disse que seria mais feliz sozinha. Teria meu trabalho. Meus amigos. Mas ter mais alguém na sua vida o tempo todo? São mais problemas que o necessário. Ao que parece, estou nesta situação. […] Há um motivo para dizer que eu seria mais feliz sozinha. Não foi porque eu pensei que seria mais feliz sozinha. Foi porque eu pensei que se eu amasse alguém, e depois acabasse, talvez eu não conseguisse sobreviver. É mais fácil ficar sozinho. Porque, e se você descobrir que precisa de amor e depois você não tem? E se você gostar e depender dele? E se você modelar a sua vida em torno dele e então… ele acaba? Você consegue sobreviver a essa dor? Perder um amor é como perder um órgão. É como morrer. A única diferença é que a morte termina. Isso? Pode continuar para sempre.”

“Apenas ponha um pé na frente do outro. Apenas passe o dia.”

“Isso é uma daquelas coisas que as pessoas dizem: você não pode seguir em frente sem deixar o passado para trás. Deixar o passado é fácil, o doloroso é seguir em frente. Então às vezes nós lutamos e tentamos deixar as coisas como estão. Mas as coisas não podem continuar as mesmas. Em algum momento você simplesmente tem que deixar para trás, seguir em frente. Porque não importa o quanto seja doloroso, é o único jeito que nós crescemos.”


“Quero que me prometa uma coisa: se amar alguém, diga, mesmo que estejas assustado que não seja a coisa certa, mesmo que tenhas medo que vá causar problemas, mesmo que vá virar a tua vida do avesso. Diga e diga em voz alta”

“Todos temos problemas. As mães morrem e os pais bebem tanto que nem sabem em que ano estão e as irmãs… eu nem sabia que havia uma Meredith Grey há uns meses atrás. E ela nem sequer quer falar comigo. Eu não quero estar aqui. Sabes, eu dava tudo para não estar aqui… para ter a minha vida a correr da forma que tinha planeado, para ter tempo para perguntar, ‘E eu?’ Por isso, mudas. Ultrapassas isso. Estou aqui agora e fizeste um parto de um bebé hoje. Por isso, pára de sentir pena de ti próprio”.

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...