Sobre a infância, ser forte e final feliz...?

terça-feira, 28 de julho de 2015 |


Ouvi escutando certos comentários um pouco retrógrados sobre o assunto “mulher” esses dias, então
resolvi desabafar com vocês. É sempre bom ter opinião, certo? Posso dizer que fui criada vendo televisão, conhecia todos os desenhos da época e acompanhava religiosamente, junto com minhas novelas, claro (Sim, eu também via novela, principalmente as Mexicanas. Loooonga história, quem sabe um outro post?) e seriados também. Eu era uma criança feliz que acreditava no amor, príncipes, castelos, como quase todas as outras garotinhas por ai.


Quando crescemos aprendemos que o príncipe encantado não existe de verdade, mas existem pessoas que podem combinar com nossa personalidade, nosso jeito de pensar e ser. Logo ele não precisa te salvar de um dragão para ser um grande herói, mas apenas um bom companheiro.


Não estou falando para sermos mulheres fracas, pelo contrário, quando percebemos que não vai existir nem um grande “homem super galante, em um cavalo branco” para nos resgatar da “invasão da china” nas nossas vidas, começamos a notar as outras singularidades das personagens que tanto amamos, como ter a força para superar os medos e seguir a diante sem olhar para trás e principalmente seguir seus sonhos.


Fomos criadas para trabalhar, ganhar nosso próprio dinheiro, sair com nossas amigas, viajar sozinhas, gostar de desenhos, quadrinhos, ver e praticar esportes, coisas que antigamente não se eram muito incentivadas para aquela geração, somos diferentes, fortes.


Temos a consciência do certo e errado, sabemos lutar, beber e correr, não precisamos mais de um TRUE LOVE para poder chegar ao HAPPY ENDING, hoje em dia o final feliz pode ser apenas um dia de sol ao lado da sua família e amigos, isso quem decide é você. Ou seja: SOMOS LIVRES PARA SERMOS O QUE QUISERMOS


Acredito que essas personagens (as das imagens) conseguem representar um pouco do que eu quis passar para vocês no texto. E ai, gostaram? Concordam ou não? Gostaria muito de saber a opinião de vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...