5 filmes com Helena Bonham Carter

quinta-feira, 9 de agosto de 2018 | Postado por: Duda

Com certeza você já deve ter visto a diva Helena Bonham Carter em algum filme né? A atriz britânica tem belos títulos em sua longa carreira no cinema.

Com seu talento nato para interpretar somado a uma habilidade para fazer papéis excêntricos e diferenciados, não demorou muito para Helena se tornar a atriz espetacular que é.




 Oito Mulheres e um Segredo

Recém-saída da prisão, Debbie Ocean planeja executar o assalto do século em pleno Met Gala, em Nova York, com o apoio de Lou, Nine Ball, Amita, Constance, Rose, Daphne Kluger e Tammy.

 Sweeny Todd

Benjamin Barker passou 15 anos afastado de Londres após ser obrigado a deixar sua esposa e sua filha. Ele retorna à cidade como Sweeney Todd e decide ir à sua antiga barbearia, que agora é uma loja de fachada para vender as tortas feitas pela sra. Lovett. Com seu apoio, Todd volta a trabalhar como barbeiro na sala acima da loja. Porém o grande objetivo de Todd é se vingar do juiz Turpin, que o enviou para a Austrália sob falsas acusações para que pudesse roubar sua mulher Lucy e sua filha.

 Clube da luta

Um homem deprimido que sofre de insônia conhece um estranho vendedor chamado Tyler Durden e se vê morando em uma casa suja depois que seu perfeito apartamento é destruído. A dupla forma um clube com regras rígidas onde homens lutam. A parceria perfeita é comprometida quando uma mulher, Marla, atrai a atenção de Tyler.

 O discurso do rei

O Príncipe Albert da Inglaterra deve ascender ao trono como Rei George VI, mas ele tem um problema de fala. Sabendo que o país precisa que seu marido seja capaz de se comunicar perfeitamente, Elizabeth contrata Lionel Logue, um ator australiano e fonoaudiólogo, para ajudar o Príncipe a superar a gagueira. Uma extraordinária amizade desenvolve-se entre os dois homens, e Logue usa meios não convencionais para ensinar o monarca a falar com segurança.

 Alice no Pais das Maravilhas

Ainda garotinha, Alice Kingsleigh visitou um lugar mágico pela primeira vez e não tinha mais lembranças sobre o local a não ser em seus sonhos. Em uma festa da nobreza, a jovem vê um coelho branco. Alice o segue e cai em um buraco, indo parar em um mundo estranho: o País das Maravilhas. Lá, ela reencontra personagens que estavam guardados em sua memória através dos sonhos.


Essas são apenas 5 dicas de filmes, mas ela já fez outros.
Me conta, qual é seu favorito?


Arte na panqueca

segunda-feira, 3 de abril de 2017 | Postador por: Maya

Uma das melhores coisas na vida é comer, não é mesmo? E se a gente juntar comida e imagens de personagens que a gente gosta, só pode dar um match perfeito.

Viajando por esse mundo da internet acabei vendo e me apaixonando por vídeos onde pessoas usam seu dom com a arte para aplicar isso na comida, sendo mais especifica, nas panquecas. Como não agarrar amor?

Então vamos as fotos? Com certeza são de deixar com água na boca. Vou confessar que queria provar pelo menos uma dessas.







E ai, gostaram? Da água na boca, né? HUAHUHUAUHA Alguém faz uma pra mim? UHAUHHAUHA

Beijos

#Resenha: Os 13 porquês - Resenha do livro

segunda-feira, 13 de março de 2017 | Postador por: Maya


Você já ouviu falar no livro “Os Treze Porquês”? É um romance famoso escrito por Jay Asher e lendo esse texto espero ajudar vocês a terem uma ideia de como não foi por acaso que esse livro virou uma série da Netflix (a história é realmente incrível). Hoje, vamos falar um pouco mais sobre o livro, mas quando a série estrear faremos um review, ok?

Primeiramente, quero dizer que conheci o livro através de uma amiga, que sempre me deu ótimas dicas de séries, (e esta me ajudando a escrever essa resenha hoje, dona Thais) mas desta vez, ela também acertou em cheio com essa dica de livro. Sabe aquelas histórias que te ganham no primeiro capítulo e você não consegue parar mais, até terminar o livro? Comigo foi bem assim.

Jay Asher aborda em seu livro diversos temas que, muitas vezes, não são discutidos de forma sensata pela sociedade. O principal deles é o suicídio, um tema pesado, mas, na minha concepção, nos faz refletir no modo que agimos com o próximo. Coligado com o tema principal o livro nos traz outros temas como: invasão de privacidade, assédio e estupro.

Hannah, com suas fitas, vem mostrar à todos o lado de quem sofre e/ou presenciou esses abusos e que, mesmo que comece com uma pequena coisa (no caso de Hannah, um simples boato) pode acabar se tornando algo gigantesco e incontrolável, levando pessoas fazer coisas que não tem volta, ela frequentemente se refere a esse sentimento como: sua “Bola de Neve”.

Agora, por que não falar do Clay? Afinal, ele está nas fitas, mas por quê? Para evitar spoilers que podem não ser bem vindos direi que, na minha visão, ele consegue enxergar o lado da Hannah como os outros “porquês” não conseguem. Clay se dá a oportunidade de se aprofundar, seguir os passos de Hannah e, principalmente, se colocar na posição dela em todas as situações que ela descreve nas fitas.

Em um segundo momento, você pode interpretar esse personagem como nós, leitores, que nos permitimos entrar na história de Hannah Baker e acompanhar cada um de seus passos, até seus últimos momentos.


O livro só aborda a visão de Clay sobre a história e as fitas, mas se vocês assistirem ao teaser da série baseada no livro que vai ser lançada pela Netflix no dia 17 de Março, vão notar que, provavelmente, vamos ter um pouco da visão de outros personagens também.

O livro é curto e você terá tempo de ler antes do lançamento da série. Espero que vocês gostem e compartilhem suas opiniões com a gente.

#ToDoList - Coisas para se fazer antes do mundo acabar

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017 | Postador por: Maya

Só em 2017 existe mais de uma teoria o fim do mundo, incrível, né? Então estava pensando, em uma listinha de "to do list" sobre o que fazer antes do mundo acabar e resolvi compartilhar com vocês. Quem sabe vocês não tem algo a mais para incrementar essa lista?

Tenho que confessar, assistir ao filme "Sob o Sol de Toscana" me ajudou em algumas ideias para essa lista, quem não assistiu esse filme eu super recomendo.


- Maratonar uma série na Netflix do começo ao fim, só com pausas para banheiro e comer.
- Viajar para algum lugar sozinha, aproveitar cada segundo.
- Sair para ir comer e beber sozinha, você vai perceber que isso vai te elevar  no nível "ser adulto" e amadurecer. É estranho, mas eu juro a vocês que faz você olhar o mundo um pouco diferente.
- Viajar com seu melhor amigo.
- Conhecer seu maior ídolo.
- Se apaixonar por alguém, se entregar em uma relação.
- Beijar um desconhecido, isso pode não fazer muito sentido, mas para quem for muito preso, pode até se liberar um pouco.
- Viajar para outro pais.

Sei que é uma lista pequena, mas acho que essas pequenas coisas poderiam me fazer feliz antes do mundo acabar e vocês?

PS: Desculpem a falta de atualizações. Estamos voltando.


Beijos

RBD, um amor que "inolvidable"

segunda-feira, 15 de agosto de 2016 | Postador por: Maya

Sempre foi difícil para mim e algumas amigas admitir que somos fãs da banda Mexicana RBD, mas olha, nunca neguei. Esse preconceito sempre me rondou, mas sempre bati no peito para defender a banda que tanto mudou minha vida.


Mudou minha vida? Sim, mudou. Muitas pessoas tem uma musica ou uma banda que pode ajudar melhorar uma situação, superar algum problema, enfim "n" situações e com RBD foi assim pra mim, não só a banda como a novela também. Por isso sempre digo que dia 15 de agosto é uma data difícil pra mim. (dia que soltaram o comunicado de fim da banda)

Enfim, queria desabafar um pouco por isso escrevi esse post. Também para dizer que em meus pensamentos revoltados ainda sinto raiva de não existir um clipe oficial para a musica "Adios".

Para finalizar esse post, vamos ficar com três musicas que são inesquiváveis.




E você, também era fã de RBD? Tem alguma musica favorita ou que te ajudou em algum momento? Compartilha com a gente.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...